Entenda aqui como identificar o início de depressão

Mudanças no comportamento, no humor e no ciclo do sono: esses podem ser alguns dos sinais que indicam o início da depressão. Essa doença afeta cerca de 350 milhões no mundo todo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Muitas vezes, nossos próprios familiares passam pelo problema sem que percebamos. Afinal, os sintomas iniciais são confundidos com fases da vida em que estamos mais atribulados ou desanimados.

Por isso, é importante ficar de olho em qualquer alteração em nossos hábitos e sentimentos, e nos das pessoas que nos cercam. Quer saber quais são os sintomas mais comuns do início da depressão? Continue a leitura e confira.

O que é a depressão?

A depressão é um transtorno mental que afeta o emocional da pessoa. Para diagnosticá-la é preciso que o indivíduo apresente, pelo menos, 5 sintomas. Entre eles um deve aparecer obrigatoriamente: humor deprimido (tristeza, pensamentos negativos e desânimo) ou o desinteresse por coisas que eram prazerosas antes.

Como os sinais dessa enfermidade são muito parecidos com os sentimentos habituais, eles devem aparecer na maior parte do dia e diariamente por duas semanas, no mínimo, para serem considerados início da depressão.

Quais são os sinais do início da depressão?

A depressão é capaz de paralisar a vida da pessoa, trazendo prejuízos nos aspectos emocionais, profissionais, afetivos e, até mesmo, físico. A seguir, separamos os sinais caraterísticos que você deve se atentar.

Alterações de humor

O indivíduo com depressão tem o que é chamado de humor deprimido. Ele passa a enxergar os lados ruins da vida e não consegue ver sentido nas coisas boas. É comum que perto de outras pessoas ele seja bem humorado e, mesmo assim, apresentar esse sintoma intimamente.

Perda de interesse

De repente, tudo o que a pessoa gostava de fazer já não parece mais atraente. Esse desinteresse pode acontecer em vários setores da vida, como familiar, profissional e sexual. As atividades que antes davam prazer, não agradam mais.

Mudanças no apetite

A depressão também pode alterar o apetite. Algumas pessoas o perdem totalmente, tendo dificuldades para comer. Em contrapartida, outras passam a se alimentar mais e de comidas com muitos açúcares, que dão prazer momentâneo.

Ganho ou perda de peso

Por consequência das alterações no apetite, a perda ou o ganho de peso acontecem. Por esse motivo, essas mudanças na composição corporal também podem ser um sinal de início da depressão.

Alterações do sono

Quem tem depressão pode mudar o ciclo de sono. Ou seja, dormir mais ou menos do que de costume. Algumas acordam durante a noite e têm dificuldades para voltar a pegar no sono, já outras têm sonolência excessiva, dia e/ou noite.

Pensamentos negativos

A sensação de que tudo vai dar errado é recorrente em pessoas deprimidas. Em casos extremos, os pensamentos frequentes na morte são inevitáveis. É por isso que a depressão é causa de muitos suicídios.

Cansaço

A impressão de estar sempre cansado também é um sintoma de início da depressão. Por qualquer razão a pessoa se sente sem energia até para as tarefas mais básicas, como escovar os dentes ou pentear os cabelos.

O que fazer ao perceber o início da depressão?

Cuidar da saúde mental é importantíssimo para ter qualidade de vida e bem-estar. Se estiver notando mudanças no seu comportamento ou de quem convive, busque por orientação profissional.

Assim como qualquer outra doença, a depressão não se cura sozinha. É preciso ter apoio multiprofissional. Isso significa que o tratamento deve ser feito com médico, psicólogo e terapeuta.

O início da depressão pode ser confundido com as alterações que temos ao longo dos dias. É comum mudarmos o nosso humor e emoções constantemente. Porém, se isso ocorre com muita frequência e atrapalha a vida da pessoa, em qualquer um dos aspectos, é preciso buscar ajuda profissional.

Nosso post ajudou você? Então, siga-nos nas redes sociais e saiba as nossas novidades no seu feed de notícias. Estamos no Facebook e Instagram!

296 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.