Como saber qual melhor treino para cada biotipo? Contamos aqui!

Muitas pessoas se frustam por não conquistar o corpo que tanto idealizam. Elas comparam suas características físicas com as de outras pessoas, mas se esquecem de que cada um é único. Na academia, por exemplo, existe um treino para cada biotipo. Mas você sabia disso?

É bem comum que as pessoas queiram alcançar resultados de emagrecimento ou até ganho de peso baseados em outros corpos. Só que não dá para comparar o seu corpo ao de outros, justamente pelo biotipo de cada um — afinal, é ele quem dita a sua altura, facilidade para ganhar massa muscular ou perder peso.

Pensando em como é difícil ter resultados na academia levando em consideração resultados alheios, preparamos este post explicando qual é o melhor treino para cada biotipo. Vamos lá?

O que é biotipo?

Biotipo é o tipo de corpo de uma pessoa e é ditado por características genéticas, determinando o formato do corpo de uma pessoa, capacidade de reter gordura, tamanho de suas articulações, da cabeça e até mesmo alguns aspectos dos cabelos.

Existem três tipos de biotipos, que detalharemos a seguir.

Biotipo ectomorfo

Quem pertence ao grupo dos ectomorfos tem uma estrutura pequena, alongada e magra. Os ombros são estreitos, o peitoral é reto e aparência é de fragilidade. Os ectomorfos geralmente têm o metabolismo acelerado e, por isso, encontram maiores dificuldades em ganhar massa muscular.

Essas pessoas geralmente comem bastante e não engordam ou absorvem um pouco de gordura e continuam a aparentar magreza, o que geralmente é chamado de “falso magro”.

Biotipo endomorfo

As pessoas do grupo dos endomorfos são o oposto dos ectomorfos. A estrutura corporal é mais arredondada e curta, o peso tende a ser maior que a altura e há baixa definição muscular. O metabolismo, nesse caso, é mais lento, o que favorece o acúmulo de gordura e a dificuldade para perder peso.

As pessoas pertencentes a esse grupo são geralmente aquelas que culpam a genética na hora de emagrecer. De fato, a perda de peso é mais lenta para os endomorfos, mas ela não é impossível. Mais adiante, vamos falar sobre as opções de treino neste grupo.

Biotipo mesomorfo

As pessoas do grupo dos mesomorfos têm um corpo atlético, o peso e a altura são bem distribuídos e tendem a ter uma estatura média. O formato da silhueta tende a ser retangular, os ombros largos, além da facilidade em desenvolver os músculos.

Os mesomorfos queimam gordura enquanto ganham massa, mas podem acumular gordura facilmente caso descuidem da saúde.

Qual o melhor treino para cada biotipo?

A ideia mais lógica é que, como há mais de um biotipo, é preciso desenvolver mais de um tipo de treino para alcançar resultados. Esse é o segredo para evitar frustrações: entender quais são as limitações do seu tipo de corpo e participar de atividades que favorecem suas características.

Lembrando que, na hora de obter resultados, a análise do biotipo de uma pessoa não é o único critério. É preciso olhar para aspectos, como a capacidade cardiorrespiratória, sistema muscular e outras características genéticas.

Treinos de força e resistência — biotipo ectomorfo

Os exercícios físicos focados no aumento da massa muscular requerem força, por isso, estão associados ao levantamento de peso. A musculação é o exercício de força mais praticado atualmente e é a solução ideal para quem está em busca de hipertrofia.

Essa é a solução mais indicada para o grupo dos ectomorfos, uma vez que essas pessoas têm dificuldade em aumentar a massa corporal. O treino não deve ser excessivo, para não favorecer a queima de gordura. Veja outras dicas para esse perfil:

  • é importante focar em pegar mais peso e fazer menos repetições;
  • o intervalo de descanso entre cada treino é extremamente importante para não sobrecarregar os músculos e deve ser maior nesse caso;
  • outro ponto importante é que as pessoas pertencentes a este grupo devem evitar exercícios cardiorrespiratórios, já que eles favorecem a queima de gordura e perda de peso.

Os ectomorfos também têm um desempenho muito bom em exercícios que necessitam de resistência, com perfil mais atlético ou maratonista. Não é à toa que existem tanto atletas que pertencem a esse grupo.

Combinação entre força e cardio — biotipo endomorfo

As pessoas do grupo dos endomorfos precisam perder peso, enquanto fortalecem a musculatura. Por isso, o ideal é que haja a junção de atividades cardiorrespiratórias com o levantamento de peso.

É importante colocar intensidade no levantamento de peso, para acelerar o metabolismo, no entanto, evite o excesso de peso associado a poucas repetições. É importante movimentar todas as partes do corpo, por isso, sempre reserve um tempo para a dança, corrida ou HIT.

Como os endomorfos tendem a ser mais pesados, é importante escolher exercícios de baixo impacto, para não forçar as articulações.

Variação de exercícios físicos — biotipo mesomorfo

A variação de exercícios físicos é a melhor solução para o grupo dos mesomorfos, já que essas pessoas podem queimar gordura e ganhar massa muscular com facilidade. Quem se enquadra nessa realidade tem mais liberdade para escolher os tipos de exercícios físicos que deseja praticar.

É possível optar pelo levantamento de peso — seja ele leve, moderado ou pesado — pelo trabalho com o peso do próprio corpo e também com os exercícios cardiorrespiratórios. Em geral, é possível manter uma rotina com foco e força e uma pequena variação de cardio, mas isso vai depender dos seus objetivos.

Esse também é o biotipo adequado de quem aprecia o fisiculturismo, já que os mesomorfos alcançam uma boa explosão muscular.

Se você chegou até aqui então você já sabe que não vale a pena comparar seus resultados com os outros. Existe um treino para cada biotipo e, para alcançar resultados, é preciso seguir o que é mais eficiente para a sua realidade.

No entanto, dicas generalizadas não são o suficiente para garantir seus resultados e muito menos a sua saúde! Converse com um especialista e tire as suas dúvidas!

Gostou dessa dica? Então que tal compartilhar com seus amigos em suas redes sociais?