O que é destoxificação? Identifique a hora certa de fazer

O estilo de vida que adotamos e as condições do ambiente em que vivemos nos expõem a vários tipos de toxinas, conhecidas como xenobióticas. Por esse motivo é fundamental entender o que é destoxificação e como funciona esse processo de eliminação dos elementos tóxicos do organismo.

O nosso organismo possui um sistema natural de destoxificação: o fígado. Ele consegue filtrar e eliminar os produtos químicos e poluentes nocivos de forma natural. Entretanto, uma exposição constante a agrotóxicos e outras substâncias pode sobrecarregar esse processo, mantendo tais toxinas circulando na corrente sanguínea e armazenando-as no tecido gorduroso (lembrando que o cérebro possui tecido gorduroso).

Neste artigo vamos tirar as principais dúvidas sobre a destoxificação e ajudar a identificar quando o organismo está sinalizando sobre a necessidade de fazê-la. Acompanhe!

O que é destoxificação?

A destoxificação é um método nutricional utilizado para eliminar os compostos químicos que agridem as células do organismo. Para que isso seja possível, é preciso adotar uma dieta que enfatiza o consumo de alimentos low food maps..

Como esse processo ocorre no organismo?

A limpeza do organismo é feita por meio da eliminação das substâncias nocivas, principalmente pelo fígado (60%) rins e intestino (20%), que as transformam em elementos hidrossolúveis, permitindo que sejam expelidas pelo suor, urina e fezes.

Quais alimentos estão incluídos?

Para que a destoxificação ocorra de forma eficiente, é necessário realizar uma dieta vegetariana low food maps, contendo:

  • crucíferas;
  • abacaxi, bananas, maçã, morangos;
  • raízes cozidas al dente;
  • verduras orgânicas;
  •  grãos germinados;
  •  curry, açafrão e cheiro verde.

Para temperar pratos e saladas, é importante utilizar apenas produtos naturais, como azeite de oliva extra virgem, cebola, alho, alecrim e cúrcuma.

Além da alimentação saudável e equilibrada, uma boa hidratação com bebidas, como água (mineral ou filtrada), chás e suco de limão sem açúcar, é essencial. Isso garante a manutenção das funções básicas do fígado, circulação sanguínea e dissolução dos nutrientes. Ela também facilita a secreção biliar, excreção de metabólitos e toxinas.

Quais alimentos devem ser evitados?

É preciso evitar alimentos que contenham um alto potencial alergênico, como os laticínios, vísceras, gordura hidrogenada, carnes vermelhas, açúcares, adoçantes, cereais refinados, glúten, corantes, industrializados e bebidas alcoólicas.

Da mesma forma, é importante observar alguns cuidados, como:

  • não guardar comidas em vasilhas plásticas na geladeira;
  • evitar beber água em garrafas de plástico;
  • manter-se longe da fumaça de cigarro e gazes poluentes de carros.

Como identificar a necessidade de fazer uma destoxificação?

Em longo prazo, a exposição às toxinas, mesmo que em pequenas quantidades, pode provocar várias alterações na saúde, como doenças silenciosas. Nesse sentido, alguns sintomas são característicos para indicar a necessidade de uma destoxificação, como:

  • baixa energia;
  • constipação;
  • dificuldade para perder peso;
  • dor de cabeça;
  • enjoo pela manhã;
  • estresse emocional;
  • fadiga;
  • falta de concentração;
  • gosto metálico na boca;
  • insônia;
  • intolerância a alimentos gordurosos;
  • má digestão;
  • perda de apetite;
  • problemas cutâneos;
  • retenção de líquidos;
  • sonolência após alimentação;
  • TPM.

Quais são os benefícios da destoxificação?

Quando as toxinas são eliminadas do organismo, ele recupera a energia e o bem-estar geral. Os resultados são sentidos com uma melhora significativa no funcionamento dos órgãos, tendo em vista a redução na retenção de líquidos, aceleramento do metabolismo e equilíbrio das funções orgânicas.

Além disso, a destoxificação aumenta as defesas do corpo e elimina os sintomas relacionados à intoxicação orgânica, proporcionando mais qualidade de vida.

Qual profissional deve ser procurado para fazer a destoxificação?

Embora haja alimentos naturalmente tóxicos para todos, há nutrientes indicados para cada tipo de pessoa. Isso porque a resistência às toxinas alimentares pode variar conforme a capacidade energética para defender-se do “calor tóxico”.

Por esse motivo é muito importante o tratamento individualizado. Assim, antes de iniciar uma dieta para desintoxicação, é essencial consultar um nutricionista para orientar corretamente como e por quanto tempo a pessoa deve manter essa dieta.

Como vimos, alguns hábitos que mantemos e o meio ambiente nos expõem constantemente a vários tipos de toxinas. Nesse sentido, entender o que é destoxificação e saber identificar a hora certa de fazer esse processo de limpeza no organismo pode nos garantir uma boa saúde e uma melhor qualidade de vida.

Agora que você já sabe o que é destoxificação, leia outro artigo que publicamos em nosso blog e conheça 4 vantagens da saúde integrativa!

1,303 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.