Confira 8 dicas essenciais para uma longevidade saudável

A vida é feita de momentos. Para se conquistar uma longevidade saudável que auxilie na condução do organismo sem dependências ou dificuldades com a própria locomoção, é preciso investir no bem-estar.

Com o aumento da expectativa de vida, muitas pessoas conseguem chegar aos 70 anos com disposição louvável, graças aos bons hábitos adquiridos e praticados ao longo das décadas.

Com o objetivo de ajudá-lo a investir em sua qualidade de vida, vamos mostrar, neste post, oito dicas imperdíveis que auxiliarão em sua longevidade. Mas, antes, entenda o que significa o termo.

O que é a longevidade saudável

A longevidade saudável é o processo natural de envelhecimento, sem os abalos que causam tantos problemas em várias pessoas que não se cuidam ao longo da existência, como doenças cardiovasculares, mentais, físicas, emocionais, entre outras.

Além disso, quem investe na qualidade de vida consegue aproveitar melhor os momentos, tendo disposição e motivação para continuar movimentando o corpo, mantendo o cérebro ativo, bem como a espiritualidade e o contato com a natureza.

Quem obtém uma longevidade saudável vive melhor, é mais otimista e independente, além de sempre investir no bem-estar, seguindo os cuidados necessários para manter a trajetória equilibrada. Dessa maneira, os anos se tornam parceiros de jornada, trazendo novos conhecimentos, sabedoria e mais ânimo para os desafios do dia a dia.

Por isso, o autocuidado é fundamental, assim como a disciplina para seguir as dicas que ajudam a se ter uma vida mais prazerosa e mais leve, valorizando a saúde, de uma forma integral.

Agora que você já sabe o que é uma longevidade saudável, vamos apresentar as oito dicas que, certamente, deixarão a sua vida mais serena. Confira!

Dicas para uma longevidade saudável

1. Tenha uma boa alimentação

A alimentação é o combustível do organismo e necessita ser saudável para auxiliar as células no processo de envelhecimento. Assim, quem consome mais verduras, legumes, frutas e ingere muito líquido se fortalece.

Busque sempre alimentos de boa procedência e, se possível, prefira os orgânicos, pois são livres de agrotóxicos. Faça pelo menos quatro refeições ao longo do dia, equilibrando a ingestão de carboidratos complexos e proteínas com os vegetais.

O ideal é não ingerir alimentos pesados após as 19 h — isso evita que o organismo se desgaste no processo de digestão, situação que interfere na qualidade do sono. Beba muita água e não tome café à noite, pois pode causar insônia.

2. Alivie o estresse

O estresse é um inimigo do ser humano em qualquer idade. Para quem já passou dos 40 anos, geralmente, ele vem enrustido em constantes reclamações, preocupações excessivas ou, até mesmo, em compulsões, como comer desenfreadamente.

Por isso, o ideal é se autoconhecer, praticando atitudes que aliviem o estresse. Pode ser um passeio com seu pet, uma remodelada no jardim, a prática de um hobby, a leitura de um bom livro…. enfim, faça algo que te preencha e auxilie na diminuição da tensão.

Assim, certamente, você ficará mais leve, evitando situações de conflito que podem gerar mais problemas e, até mesmo, quedas na imunidade.

3. Pratique atividades físicas

A prática de atividades físicas é uma recomendação que deve ser seguida ao longo da vida. Ela ajuda imensamente na busca por uma longevidade saudável, pois fortalece o organismo e ainda libera substâncias cerebrais que motivam, como a dopamina.

Além disso, movimentar o corpo previne várias doenças, como diabetes, hipertensão, obesidade, osteoporose, acidente vascular cerebral (AVC), entre muitas outras.

Praticar atividades físicas ainda ajuda na autoestima, fazendo com que a pessoa se encoraje, cada vez mais, a buscar qualidade de vida, ou seja, é um ótimo remédio contra a depressão. Mas, caso você ainda não seja adepto da prática, faça um check-up médico antes e procure a orientação de um educador físico.

4. Mantenha o cérebro ativo

Quem lê, assiste a filmes, conversa com amigos, tem passatempos produtivos, como palavras-cruzadas ou tricô, faz com que o cérebro fique ativo, evitando inúmeros problemas, como o Mal de Alzheimer.

Outro aspecto fundamental é que um cérebro pensante contribui para auxiliar na visão crítica, mantendo uma longevidade saudável. Afinal, o cérebro é o principal condutor de nossas vidas e precisa ser exercitado. Isso porque os neurônios necessitam de estímulos diários.

Portanto, não deixe de ler jornais, revistas, sites, livros, poesias, ou montar quebra-cabeças e, até mesmo, mudar a organização de um cômodo da sua casa. Esses são hábitos que auxiliam na criatividade e fazem com que a vida tenha um sabor especial.

5. Cuide do sono

Dormir bem é sinônimo de longevidade. Afinal, ao descansar o corpo e a mente, é possível ter um dia mais produtivo e mais leve, com harmonia e disposição.

Em média, um ser humano dorme cerca de 30% da vida, e, se não fizer isso, dificilmente chegará com saúde aos 80 anos. Portanto, procure investir na qualidade do seu sono. Entre as dicas para isso, podemos citar:

  • evite aparelhos eletrônicos antes de dormir, como celular ou tablet;
  • não tome bebidas estimulantes à noite, como café;
  • evite ficar pensando em mil coisas ao se deitar;
  • invista em uma decoração tranquila em seu quarto;
  • evite comer após as 20h
  • durma no escuro absoluto.

6. Pratique meditações e exercícios para respiração

A meditação é uma grande parceira da longevidade saudável, pois auxilia no foco e também na tranquilização da mente. Com ela, é possível controlar a respiração — aspecto que está nitidamente ligado à qualidade de vida. Quem respira corretamente vive mais leve e com harmonia. Você pode praticar exercícios de yoga ou técnicas de respiração que eliminam a ansiedade, trazendo mais tranquilidade em seu dia, além de melhores noites de sono.

7. Tenha momentos ao ar livre

A natureza é uma aliada da qualidade de vida. E o melhor de tudo é unir os momentos ao ar livre com outros hábitos saudáveis, como uma caminhada, por exemplo. Portanto, se você fizer uma caminhada em um parque de sua cidade por, pelo menos, três vezes por semana, certamente, a sua saúde estará mais fortalecida.

Além disso, a longevidade saudável necessita de momentos de introspecção, como ficar diante de um pôr do sol, da lua, de uma cachoeira ou do mar. Deixe a mente se tranquilizar e aprecie…. simplesmente aprecie. Certamente, a sua vida terá um colorido a mais, trazendo um sentimento de pertencimento e alegria pelo fato de estar vivo.

8. Não descuide da imunidade

Sabendo-se que o sistema imunológico é o responsável pelo combate de possíveis doenças que possam atingir o organismo, nada melhor do que sempre investir no fortalecimento das células e dos anticorpos.

Sendo assim, além de uma alimentação rica em nutrientes, faça o consumo de suplementos, vitaminas e minerais – sempre com orientação de um profissional. No mais, evite ainda situações que possam causar quedas em seu sistema imunológico, como ficar sem proteção em uma garoa ou tomando sereno.

Ao investir em sua saúde de uma maneira integral, além de praticar as nossas dicas, certamente, a longevidade saudável será uma realidade em sua vida, auxiliando em uma rotina mais prazerosa e harmônica.

Como você viu em nosso post, a meditação é uma das recomendações para quem quer obter mais qualidade de vida. Quer conhecer mais sobre essa prática? Então, leia nosso post sobre as vantagens da meditação e se surpreenda!